MASTOPLASTIA DE AUMENTO


A mastoplastia de aumento, ou inclusão de implantes mamários, é indicada para mulheres que desejam aumentar o volume de suas mamas. Se necessário este procedimento pode ser realizado em conjunto com a mastopexia, ou remoção da flacidez de pele local. A Mastoplastia de aumento é uma cirurgia que praticamente não deixa cicatrizes, pois as incisões podem ser posicionadas nos sulcos abaixo das mamas (inframamária), no contorno inferior das aréolas (peri-areolar) ou nas axilas (axilar), dependendo do tipo de mama de cada paciente. Neste procedimento são utilizados implantes mamários de silicone gel, que são colocados logo abaixo do tecido glandular mamário, proporcionando um aspecto muito natural, e não alterando a fisiologia mamária, isto é, possibilitando que a paciente possa amamentar, caso engravide após a cirurgia.

O implante de silicone geralmente é bem tolerado pelo organismo. Um número reduzido de pacientes (3%), porém, apresenta reação imprevisível ao implante em uma ou em ambas as mamas. Verifica-se nesses casos uma retratação da cápsula que o próprio organismo cria ao redor do implante mamário. A maioria dos casos de retração é solucionada com o tratamento medicamentoso.

É importante ressaltar que a inclusão de implantes mamários não causa inconveniente durante a investigação de patologias mamárias, geralmente realizadas por meio de exame físico, ultra-sonografia e mamografia.

 

O pós-operatório geralmente é indolor, principalmente quando seguidas as orientações médicas de repouso domiciliar na primeira semana, de evitar a movimentação excessiva dos braços durante os primeiros 15 dias, e o uso regular do sutiã. O retorno às atividades normais é permitido após os primeiros 15 dias, quando os pontos são removidos. Exercícios físicos e exposição moderada ao sol são permitidos após o 2º mês.

ESSE PROCEDIMENTO GERALMENTE TEM DURAÇÃO DE 2 HORAS E É REALIZADO SOB ANESTESIA LOCAL E SEDAÇÃO. O TEMPO DE INTERNAÇÃO DE 12 À 24 HORAS.